sexta-feira, 15 de abril de 2016

Assaltantes Levam 1,5 milhão de banco em Três Corações


Os assaltantes que sequestraram os pais de um gerente de banco podem ter levado cerca de R$ 1,5 milhão da agência do Banco do Brasil em Três Corações (MG). A polícia ainda procura pelos homens, que fugiram após uma ação ousada, em que cada detalhe teria sido planejado.
Um carro com placas de Bom Despacho (MG) foi encontrado em um loteamento em Carmo da Cachoeira (MG). A polícia suspeita que o veículo tenha sido usado no roubo à agência. Dentro do carro foram encontrados copos, uma garrafa térmica e uma caixa de suco. Tudo foi recolhido pelos peritos, que também vão analisar as possíveis digitais no carro para tentar identificar os criminosos.
"Foi colhida as digitais tanto no carro que foi encontrado, tanto na agência, na casa do gerente e analisando as câmeras de segurança, confrontando com outros assaltos que tiveram, analisando a maneira de agir da quadrilha", disse Gustavo Barletta de Almeida, delegado da Delegacia de Operações Especiais (Deoesp), da Polícia Civil.
Os investigadores também foram até a zona rural de Três Corações, a poucos quilômetros da Fernão Dias, local onde os assaltantes esconderam os pais do gerente do banco. Os criminosos usaram sacolas plásticas para identificar o lugar. Foi nesse local, segundo a polícia, que os criminosos passaram a madrugada de quinta-feira (14). Eles teriam montado uma barraca no local, perto do carro onde ficaram os reféns. Os pais do gerente só foram libertados por volta de 10h, quando o roubo já tinha terminado.
Imagens mostram como criminosos podem ter agido em assalto a banco em Três Corações (Foto: Reprodução EPTV)Imagens mostram como criminosos podem ter agido em assalto a banco em Três Corações 
"Eles tiveram sucesso na empreitada até o presente momento no sentido de conseguir subtrair uma determinada quantia do banco, mas felizmente nenhuma violência física foi praticada com os parentes ou qualquer outro funcionário da agência bancária", disse o delegado Pedro Paulo Marques.
Um vídeo feito pelas câmeras de vigilância do banco mostra o momento do assalto. Nele, os homens aparecem saindo tranquilamente da agência carregando caixas supostamente cheias de dinheiro. Em seguida, eles carregam o carro e voltam para a agência. Segundo a polícia, esse foi o quinto roubo da quadrilha. Em todos eles, o alvo foi o Banco do Brasil.
"Eles escolhem a cidade, vão para a cidade, estudam o dia a dia daquela pessoa que eles pretendem tomar de refém, veem a possibilidade de dar certo ou não, se eles acreditarem que vai dar certo a empreitada criminosa eles concretizam", disse o delegado da Deoesp.
A polícia diz que a investigação do caso está avançada.
Assaltantes podem ter levado R$ 1,5 milhão de agência do Banco do Brasil em MG (Foto: Reprodução EPTV)Assaltantes levaram R$ 1,5 milhão de
agência do Banco do Brasil em Três Corações
"Já identificamos alguns autores, não qualificamos, mas identificamos. A investigação tem tomado um rumo interessante, eu poderia dizer".
Sequestro e roubo a banco

Segundo a Polícia Civil, o crime começou com o sequestro dos pais do gerente do banco. Os dois foram levados de casa enquanto o filho teve que ir até a agência, que fica na área central da cidade. Lá ele foi obrigado a entregar o dinheiro para os criminosos, que fugiram em seguida. A ação foi discreta e ninguém percebeu. Segundo a Polícia Militar, os criminosos obrigaram o gerente a dizer que estava acontecendo uma auditoria, para não chamar a atenção dos outros funcionários.
A família teve que passar a noite sob o poder dos assaltantes. Por volta de 4h, os pais do bancário foram levados para uma estrada rural às margens da Rodovia Fernão Dias. Eles ficaram no local por cerca de 7 horas até os assaltantes ligarem para o gerente revelando o paradeiro. Ninguém ficou ferido.

0 comentários:

Postar um comentário