quinta-feira, 24 de julho de 2014

Bancário ganha camisa de R9 em campanha para ajudar hospital de São Lourenço

O hospital vem passando por dificuldades financeiras

Um bancário ganhou uma camisa autografada pelo ex-jogador Ronaldo Fenômeno em uma rifa para ajudar o Hospital de São Lourenço (MG), que está com uma dívida acumulada de R$ 11 milhões. O ex-atleta doou o uniforme para ajudar a entidade, que não tem dinheiro nem para a comida dos pacientes. A situação tem feito com que os atendimentos ao público sejam reduzidos.
"Eu fui tão bem atendido no hospital, tanto eu quanto meus familiares, que eu falei: preciso ajudar. O que está dando certo, a gente tem que contribuir, tem que ajudar. Eu vou colocar a camisa no quadro e guardar de lembrança", disse o bancário Alan de Castro Pereira.
Doações da comunidade estão sendo necessárias para manter a dispensa do hospital cheia de mantimentos. Um grupo de voluntários realizou uma campanha que arrecadou cerca de 600 quilos de alimentos.
As doações estão ajudando muito

O hospital é referência na região e atende a uma população de cerca de 36 mil pessoas. Por mês, são cerca de 500 internações e cinco mil atendimentos no pronto-socorro. De acordo com a diretoria do hospital, o prejuízo da instituição é de cerca de R$ 500 mil por mês. Do ano passado para cá, a crise financeira piorou. Um dos motivos é que o repasse do SUS não estaria cobrindo as despesas com o atendimento pelo Sistema Único de Saúde.
Camisa do ex-jogador Ronaldo Fenômeno foi sorteada em rifa de hospital em São Lourenço (Foto: Reprodução EPTV)Camisa do ex-jogador Ronaldo Fenômeno foi sorteada em rifa de hospital em São Lourenço (Foto: Reprodução G1)
"Está tendo essa restrição exatamente por problemas de recursos e atraso de pagamento. Nós estamos restringindo algum atendimento exatamente para não faltar na hora da necessidade, da urgência e emergência, para não por em risco o atendimento. O que pode acontecer é que talvez uma cirurgia que é marcada para um dia, demorar e ser marcada no dia seguinte para esperar o material. Nós não temos tendo condições financeiras de fazer estoque", disse o provedor Gabriel Dias Pereira Filho.
Para tentar ajudar o hospital, uma cooperativa de crédito fez uma campanha de doações entre cooperados. A expectativa é conseguir R$ 67 mil para a compra de novas roupas de cama. Quem quiser ajudar o hospital pode fazer doações nos valores de R$ 20, R$ 50 ou R$ 100 no Banco Cooperativo do Brasil, através da agência 5651, conta corrente 4516-0.

Fonte G1 e Hospital de São Lourenço

0 comentários:

Postar um comentário