quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Acampamento de carnaval evangélico se transforma em abuso de menores

O diácono está no presídio de Andradas

Um diácono da igreja evangélica Pentecostal, suspeito de abusar sexualmente de dois menores em Andradas (MG), se entregou na manhã desta quarta-feira (11) para a Polícia Civil. Segundo a polícia, conforme as denúncias feitas pelos pais dos meninos de 12 e 14 anos, os abusos teriam começado em um acampamento durante o Carnaval deste ano e continuado nos meses seguintes. O suspeito de 24 anos e as vítimas eram vizinhos.
Segundo uma escrivã da Polícia Civil, o rapaz confessou a história e confirmou o depoimento dos meninos, que foi dado à polícia na última sexta-feira (6).

Segundo a delegada Michele Cristine da Rocha, o inquérito já foi instaurado e as vítimas encaminhadas para exames. "O rapaz nega que o abuso tenha começado no Carnaval, mas confirma que tenha levado as vítimas para a casa dele. Ele é casado e nunca teve passagens pela polícia"

No fim de semana, a casa onde o díácono mora com a esposa foi alvo de pedras por parte de populares que ficaram sabendo do fato. Conforme a polícia, alguns vidros foram quebrados.
Segundo a delegada Michele, a polícia vai ouvir testemunhas e aguarda os laudos dos exames para depois encaminhar o inquérito para o Ministério Público. O diácono foi levado para ser submetido ao exame de corpo de delito na Santa Casa de Andradas e depois encaminhado para o presídio da cidade.

0 comentários:

Postar um comentário