segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Falsários atacam em São Lourenço



Na tarde desse sábado, a Polícia Militar compareceu à Rua Dr. Olavo Gomes Pinto, Centro, onde registrou uma ocorrência de moeda falsa.
Uma vendedora de 29 anos, relatou que 02 homens compareceram à loja em que ela trabalha, sendo que um era de cor branca, magro, alto com olhos azuis e cabelos castanhos, trajando blusa preta e calça jeans, e o outro de era estatura baixa, branco com olhos claros, gordo, dentes separados e cabelos castanhos, os quais compraram uma carteira de bolso cor preta, no valor de R$ 10,00, pagando com uma cédula de R$ 100,00.
A vendedora disse que após a compra eles deixaram o local rapidamente, e desconfiada veio a observar a nota e percebeu que a cédula aparentava ser falsa. Ela disse ainda que eles estavam com suas carteiras cheias de notas de R$ 100,00.
A vítima informou que os circuitos de monitoramento da loja vizinha gravaram imagem dos autores deixando o local por volta das 14h35min e que ira fornecer as gravações para a Delegacia de Polícia Civil para ajudar  a identifica-los.
Foi iniciado o rastreamento na tentativa de localizar os suspeitos, porém até o momento eles não foram encontrados.

Nova cédula de 100 reais é a mais falsificada no Brasil


Lançadas no fim do ano passado, as novas cédulas de 100 reais foram cuidadosamente desenvolvidas por anos pelo Banco Central e pela Casa da Moeda com um único objetivo: atrapalhar a ação de falsificadores. Mas, ao contrário dos planos das autoridades, as novas cédulas são proporcionalmente mais falsificadas do que as antigas, que estão nas carteiras dos brasileiros desde 1994.
Números do próprio Banco Central revelam que a cédula mais falsificada no Brasil atualmente é a nova de 100 reais. De janeiro a julho deste ano, foi apreendida uma nota falsa dessas para cada 4.446 originais em circulação. A possibilidade de encontrar esta nota falsa é mais que o dobro do registrado entre as antigas de 100 reais: uma ruim para cada 8.983 boas. Ou seja: pelos números, quem recebe uma nota nova de 100 reais tem duas vezes mais probabilidade de receber uma falsa que o sujeito que receber os mesmos 100 reais com uma das antigas. Em fenômeno idêntico, proporcionalmente é mais fácil encontrar uma nova nota falsa de 50 reais do que entre as antigas.
















Veja algumas dicas simples para você se prevenir das falsificações:

A cédula é mais firme e áspera do que o papel comum.

As dimensões das novas cédulas tem tamanhos diferenciados, as de 50 Reais possuem 7 cm de altura e 14,9 cm de comprimento. E as de 100 Reais possuem 7 cm de altura e 15,6 de comprimento.
Preste atenção em alguns detalhes das cédulas:

1 – Faixa holográfica: Na cédula de 100, o número 100 e a palavra “Reais” se alternam, a figura da Garoupa fica colorida e no coral aparecem diversas cores em movimento. Na cédula de 50, o número 50 e a palavra “Reais” se alternam, a figura da Onça fica colorida e na folha aparecem diversas cores em movimento.

2 – Quebra-cabeça: Ao colocar a nota contra a luz você conseguirá ver que as partes do desenho na frente e no verso se completam, formando o número do valor da respectiva cédula (50 ou 100).

3 – Marca-d’Água: Segurando a nota contra a luz você conseguirá ver a figura da onça e o número 50 em tons que variam, no caso da nota de 50, ou a figura da Garoupa e o número 100, no caso da nota de 100.
4 – Fio de Segurança: Ao colocar a nota contra a luz fica visível um fio escuro, que estará escrito o valor da nota.

5 – Alto-Relevo: Ao tocar, você poderá sentir alguns pontos da nota com relevo, por  exemplo as legendas “REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL” e “BANCO CENTRAL DO BRASIL” e nos numerais das notas.

6 – Número Escondido: Coloque a nota na altura dos olhos na posição horizontal e você verá o número da nota aparecer na área indicada.

7 – Microimpressões: Com uma lente de aumento você conseguirá ver o valor da nota impresso em valor muito pequeno no ponto indicado.

0 comentários:

Postar um comentário