sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Estelionatário vende casas que não existem na região

Família de Pouso Alegre "investiu" 13 mil no golpe 


Um homem estaria aplicando golpes em famílias da cidade de Pouso Alegre, no sul de Minas. Se passando por fiscal da prefeitura, ele estaria vendendo casas a baixo custo e documentação garantida.

A costureira Lúcia Maria Lemos Filha, que foi vítima do golpe, afirma que, em Julho deste ano, teria encontrado com um homem que estaria vendendo casas de terrenos que sobraram do programa Minha Casa, Minha Vida, pela entrada de R$ 3.000. Já as outras parcelas seriam de R$ 60.
Lúcia aceitou a oferta e aguardou os 15 dias prometidos pelo homem até a entrega da residência. No entanto, duas semanas depois da compra, o homem continuou a atrasar a data em que o imóvel estaria pronto para a família.

A mãe de Lúcia também procurou o homem para comprar mais uma residência para outra filha. O investimento acabou custando R$ 10 mil e a entrega da casa nunca veio. A costureira conta que uma das desculpas do golpista para o atraso era de que os documentos ainda precisavam de assinatura do prefeito.

A família já o registrou boletim de ocorrência. A polícia confirma ter recebido outras denúncias do golpe.
 

0 comentários:

Postar um comentário